Horimiya - Uma Comédia Romântica de Verdade | Impressões - HGS Anime HGS Anime: Horimiya - Uma Comédia Romântica de Verdade | Impressões

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Horimiya - Uma Comédia Romântica de Verdade | Impressões


Enrolei para escrever sobre esse mangá que é sem dúvida alguma a minha comédia romântica favorita - que passa bem longe dos usuais clichês encontrados por aí. Horimiya é de autoria de Hero com desenhos de Daisuke Hagiwara e vem sido publicado desde 2011 pela Monthly G Fantasy, da Square Enix. 

A história de Horimiya inicia-se quando um estudante chamado Miyamura, que possui um segredo que não quer que ninguém saiba, acaba descobrindo o segredo de Hori - uma garota da sua classe que esconde sua verdadeira personalidade fora do colégio. Após o ocorrido, ambos começam a conversar e interagir mais um com o outro enquanto a relação dos dois só vai se desenvolvendo cada vez mais.


O ponto chave que faz de Horimiya uma ótima comédia romântica é o simples fato de não haver enrolação nenhuma com o seu tema abordado, romance. Isso mesmo, não é spoiler nenhum dizer que o casal protagonista se forma logo diante dos 30 primeiros capítulos (mais ou menos), e que a série não fica enrolando com questões triviais de que muitas outras usam e abusam. Há o devido espaço para o desenvolvimento de outros personagens e do próprio relacionamento entre o casal principal.

A história evita tremendos clichês genéricos e isso contribui absurdamente para que a seja de ainda mais entretenimento; o que não faltam são situações muito engraçadas, - as vezes de vergonha alheia, fofas e bonitas que sem dúvida levanta o ânimo geral de quem lê. Como mencionado, o casal principal é desenvolvido e concluído logos entre os trigésimos primeiros capítulos, a forma natural como acontece a relação entre eles chega a ser impressionante pela praticidade em que ocorre. Eles vão progredindo naturalmente mesmo que já namorando, a história não deixa de abordá-los juntos em casa, simplesmente fazendo coisas de casais da maneira mais comum o possível. Até mesmo sexo acontece, ainda que de maneira leve e despercebida o suficiente para que nem todos percebam o ocorrido.


Trata-se que o roteiro é tão tranquilo e sútil que não precisa exacerbar e mostrar explicitamente o que está acontecendo, a relação desenvolve-se tranquilamente sem precisar de um exagero visual ou dramático para ficar entendido o que aconteceu. Há inúmeras cenas super emocionantes e tocantes que não utilizam dos artifícios dramáticos comumente vistos em outros mangás do gênero, o autor sabe usar trabalhar sem clichês - e as vezes nos rende boas surpresas.

Não há variáveis problemáticas para o romance principal, do tipo em que o relacionamento só desenvolve após algum desafio extremamente árduo que leva dezenas de capítulos para se concretizar, não há problemas e intrigas melodramáticas entre os personagens que dificulta o processo de desenvolvimento e muito menos os arquétipos em que surgem rivais ou algum personagem que em geral está ali só para atrasar ou problematizar com tudo. É claro que brigas triviais e bobas entre casais há, faz parte afinal. É tão natural quanto todo o resto.

O mangá também não prende a atenção o tempo todo no casal principal, mas também igualmente desenvolve os personagens secundários que são seus colegas de classe - ainda que o foco no geral seja Hori e Miyamura. Há capítulos totalmente voltados para os acontecimentos entre esses outros que também vão ganhando aos poucos mais profundidade na vida amorosa e nas relações em geral. O elenco todo junto é muito divertido, mesmo com seus problemas eles cativam com a empatia de bons personagens e boas pessoas. Risadas não faltam.

A fórmula funcional de Horimiya é um tanto simples: mostra a vida de vários adolescentes da forma mais natural o possível, sem exagerar e propor cansativas ou deprimentes situações que apenas enrolam com os desenvolvimentos. Há um elenco ótimo de personagens e casais que progridem naturalmente ao decorrer dos capítulos, sempre melhorando suas relações sem deixar de proporcionar as ótimas risadas e gargalhadas que eles dispõem.

Avaliação: ★ ★ ★  ★ (++)

A obra possui ótimas chances de ganhar adaptação em anime pelas elevadíssimas vendas que apresenta em seus volumes, mais de duzentas mil cópias por volumes é notoriamente o suficiente para conseguir logo uma adaptação.

Hori-san to Miyamura-kun
De curiosidade, o autor Hero já lançara um outro mangá intitulado Hori-san to Miyamura-kun que foi basicamente uma versão inicial para Horimiya, apresentando o mesmo enredo e exatamente os mesmos personagens. Esse mangá já está finalizado com 10 volumes em 149 capítulos, e foi adaptado em 3 OVAs facilmente encontrado por aí. A principal diferença, no entanto, é que Hori-san to Miyamura-kun não possui os traços de Daisuke Hagiwara, e como o autor não desenha muito bem os desenhos são bem mais simples e rabiscados, sendo um protótipo dos designs atuais de Horimiya em que deve ser possível que encontrar spoiler da história.


Imagem do OVA.

***



Nenhum comentário:

Postar um comentário


HGS Anime - 2016