Mangá Back Street Girls - Excêntrica Comédia de Yakuza que se Tornaram Idols | Impressões - HGS Anime HGS Anime: Mangá Back Street Girls - Excêntrica Comédia de Yakuza que se Tornaram Idols | Impressões

domingo, 7 de maio de 2017

Mangá Back Street Girls - Excêntrica Comédia de Yakuza que se Tornaram Idols | Impressões


Um dos mangás mais sem noção que eu li nesses últimos tempo.

Há um tempo atrás acabei encontrando despretensiosamente um mangá de comédia incomum intitulado Back Street Girls - Washira Idol Hajimemashita -, e aqui está um post em que falarei um pouco desta sátira bizarra.

A história se passa aos arredores de uma organização Yakuza, em que o trio protagonista de agentes falhou com seu chefe de maneira dita como imperdoável por terem estragado um trabalho importante, mas esta foi a última vez que as foram aceitas. O chefe da organização então lhes dá duas opções um tanto radicais: Ou os três yakuza cometem suicídio "honrosamente", ou vão para a Tailândia para obter uma cirurgia de mudança de sexo, a fim de se tornarem idols do sexo feminino fazendo parte de um mesmo grupo.

Os três recebem um tipo de lavagem cerebral isolando-se em uma pequena sala, assistindo somente apresentações e vídeos sobre famosos grupos de idols para aprenderem se comportar como tal. Depois de um ano inteiro com esse treinamento, estreiam sob uma popularidade gigante, para o desânimo dos três. É partir disso que o trágico mangá de comédia totalmente debochante sobre o assunto começa de verdade, quando percebe-se que eles são forçados a fazerem seus papéis de idols fofinhas, inocentes e perfeitas, enquanto na verdade não passam de um bando de marginais velhos e barbudos lá no fundo.


Um dos fatores que chama muito atenção é o traço dos desenhos do mangá que têm característica própria em lembrar um seinen. E neste caso, um seinen de comédia com a forma como é desenhada a face das garotas, quero dizer, dos yakuza idols. Já confundiram os traços dos mangá comos de Akira Hiramoto, autor e ilustrador de Prison School, mas quem faz a arte e história de Beck Street Girls é Gyuh Jasmine. 

Os semblantes do trio protagonista como garotas parecem feitos com CG, quase como uma forma de parodiar e fazer sátira com as animações de idols cantando em que estas ficam com caras robóticas enquanto cantam. É um estilo de desenho que contribui muito para o senso da comédia, mas que pode não servir para todos.

Os capítulos da obra não seguem uma sequência muito lógica de roteiro, na verdade os personagens vão desenvolvendo-se com cada show e particularidades que precisam fazer como pessoas famosas, ganhando cada vez mais repúdio pelo chefe, que agora é o agente do grupo. Depreciações do chefe que exige questões bem bizarras e desumanas para os condenados ocorrem frequentemente, e a forma com o grupo reage as diversas situações em que com certeza não queriam estar é a melhor parte. Eles também não podem reclamar ou persuadir muito seu chefe pois se não só terão a morte como destino.

Conforme os capítulos passam começam a ocorrer desbalanceamentos nos comportamentos dos três, uma vez que é dito quais deles são mais talentosos, tem mais fã, etc.; pensamentos como "eu tenho que ganhar mais presentes", "tenho que ser mais querida" começam a aparecer mesmo que eles não entendam o porquê do ciúme pelos outros companheiros que recebem mais atenção -  de uma forma hilária.


Entre alguns eventos que podem ser citados como método de nível de bizarrice/humor da série; Há um momento durante um encontro com fãs em que aparece um velho que é muito apaixonado pelo grupo, mas este é um yakuza de organização rival ao que os protagonistas pertenciam. O velho já os capturou no passado e da mesma forma os torturaram por algum tempo como o mangá não faz questão de esconder. Um dos idol relembra de tudo isso na hora do fan meeting e quase parte para cima do velho que está inocentemente querendo ver as suas garotas de que gosta tanto naquele momento. Não direi o que ocorre após isso, mas o resultado disso é bizarro, hilário e inesperado.


Também ocorre de um deles reencontrar um velho amigo que também fazia parte da mesma organização; era como um "irmão de outra mãe" para ele e sempre se embebedavam juntos e ajudam um ao outro quando passavam por situação de risco nesse esquema que participavam. Quando o reencontro acontece, depois dessa mudança toda de seu melhor amigo agora ser uma idol, acontece novamente cenas bizarras deles se embebedando para lembrar os velhos tempos enquanto sentimentos acabam sendo extravasados e vergonhas alheia acontecem em cena (desta vez não colocarei imagem, leiam!).
A imagem não tem a ver com a cena descrita acima.
Sem me prolongar mais, se eu recomendo o mangá de Back Street Girls, em que o próprio nome é um deboche satírico a um grupo famoso? Depende do senso de humor de cada um; se uma comédia bizarra, inusitada fora dos padrões e mais a beira do nonsense servem como entretenimento, então recomendo darem uma olhada. Um ponto a ser lembrado é que, até o momento da criação desse post, o mangá se encontra somente em inglês com 9 capítulos.

Avaliação: ★ ★ ★ ★ ★ (++)

Extra

De bônus, uma das várias capas aleatórias que o mangá dispõe:





Nenhum comentário:

Postar um comentário


HGS Anime - 2016