Little Witch Academia #17 | Análise Semanal - HGS Anime HGS Anime: Little Witch Academia #17 | Análise Semanal

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Little Witch Academia #17 | Análise Semanal


Amanda é mais protagonista do que imaginávamos, ela é melhor que a Akko para pensar  só depois de agir. E Andrew não sabe se é amigo ou inimigo, ele tem que decidir logo.


Finalizamos a sequência de avanços e entramos em fase episódica pelas duas últimas histórias, essa utiliza a antiga formula e passeia pelas redondezas da Luna Nova Academy onde um novo arco se inicia silenciosamente, planos nos aguardam e novas palavras.

Apos um episódio medíocre essa retomada é bem-sucedida em resgatar dois personagens esquecidos Amanda e Andrew onde se fazem presentes de modos diferentes ele mais sutil na retaguarda ajudando a salvar a Akko e Amanda com sua personalidade intensificando o fator de busca por problema delas.

Amanda ainda se mostrou capaz de ser a protagonista e sua personalidade dinâmica e despreocupada é perfeita para empurrar a Akko em problemas, levando elas a escola do Andrew independentemente da existência do clube da inquisição de bruxas ou das intenções da Croix em revelar o cálice sagrado.



E era de se esperar que nenhum desses planos precipitados dessem certo na busca da quinta palavra, o que pode ser a real intenção da Croix e não somente testar combinações de cores e poder, e sem Andrew seria pior, ele apesar de distante foi fundamental nesse episódio, ao defender elas no fim e ajudar elas a escapar.

Contudo ele encontra-se numa decisão difícil, pois todos os seus ensinamentos demonstram o desvalor da magia, levando ele a refutar em palavras a magia e ajudá-la em ações devido ao seu coração, logo ele decidirá ainda por qual lado ele apoiará definitivamente e isso é uma dica da crise atual da família Cavendish.

A família Cavendish pode estar se questionando se deve ou não continuar na magia, sabendo do desprezo iminente, e é provável que algum membro deles não queira ser um bruxo e portanto levaria a família em crise dos seus conceitos e normas, semelhante ao problema do Andrew invertido.

E o melhor momento desse episódio foi a batalha onde demonstram fonte da inspiração, alguns podem não perceber mas Amanda fez um gesto igual ao do ThunderCats, e essa é uma característica que sempre gosto em LWA mesmo sendo pequeno, os detalhes e os cuidados que eles tem em suas referências sempre me agrada.



O novo arco é sobre os planos da Croix e de como a Ursula responderá, pois ambas podem estar coexistindo pacificamente, mas o anime precisa diminuir a velocidade e ainda desenvolver algo, se não terminará antes do previsto, por isto eles estão tentando entreter e criar um ambiente do qual responda quais são os preparamentos de cada uma.

Essa tem sido a parte interessante que está colocada no início e fim de cada episódio, nada muito fora do normal, e estamos até acostumados a isso, outros animes fazem isto constantemente, para quem vê Natsume entenderá mais facilmente, portanto para mim não é algo ruim, porém para alguns a mudança no andamento pode desagradar.

E de modo geral explorar novas ambiente tem sido a estratégia principal para explicar esse universo e esfriar o andamento, e está funcionando, conseguindo trazer mais alguns personagens de volta, e espero que nó próximo mais alguns sejam aproveitados, existe pelo menos mais dois personagens com pouca atuação e que vão voltar muito bem igual a Amanda.

Extra:

Novo golpe da Amanda:



Cena Original do ThunderCats:



Cena No anime:



Avaliação: ★ ★ ★ ★ ★ (++)



Nenhum comentário:

Postar um comentário


HGS Anime - 2016