Suka Suka #2 | Análise Semanal - HGS Anime HGS Anime: Suka Suka #2 | Análise Semanal

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Suka Suka #2 | Análise Semanal


Vamos lá para o segundo e último anime que peguei para comentar nesta temporada de abril.

O segundo episódio da série de comprido nome Shuumatsu Nani em seu início foi bem suave e com mais hospitalidade do protagonista e todas as garotas do local. Houve a introdução de praticamente todas as armas-meninas que moram ali, mostrando assim uma variedade bem maior e mais interesse para o elenco da série; Criaram toda uma atmosfera sútil em volta de Willerm e as crianças daquela moradia que soavam para ele tão inocentes e doces, com direto a uma trilha sonora bem imersiva naquela ambiente... pobre coitado.



A intensidade como o zelador acaba descobrindo que as garotas não passam de armas que não portam nem mesmo o medo de sua própria vida e de morrer foi boa o suficiente para causar um bom impacto, mesmo que apenas por meio de diálogos. O visual e o sangue espalhados pelo rosto da garota que caiu enquanto brincava, e a falta de consciência de todos ali sobre a gravidade do acidente, foram fantasiosos o suficiente para parecer surreal. Sem dúvida alguma um impacto visual psicológico bem funcional.



Sobre o passado do protagonista, ele não quer repeti-lo fazendo as garotas que herdaram as espadas sagradas - daquelas duas que já conheceu na época - morrerem em vão. É interessante sua reflexão sobre ter deixado de ajudar as suas companheiras(?) naquela época, e por tal arrependimento querer agir desta vez no momento presente. Possivelmente ele possui a habilidade de usar essas espadas assim como as Leprechaun, e como é o último humano vivo seria uma opção plausível. Se ele não possui tal habilidade, deverá despertar o que outrora teve ou coisa semelhante.

Já ficou evidente o sofrimento que será transmitido com essas batalhas todas em que o protagonista está querendo participar, as garotinhas todas são inocentes o suficiente para deixar a dramaticidade ainda mais pesada. Fizeram muito bem em esclarecer os pontos sobre a origem delas ao mesmo tempo de dar ao protagonista a vontade de querer protegê-las. Essas 17 bestas são problemáticas o bastante para não terem sido derrotadas completamente por alguns séculos, veremos o impacto que será causado com essa súbita singularidade prestes a ocorrer. Poderia o destino dessas garotas criadas exclusivamente para Guerra ser mudado?


A cena final do quarto embora esclarecedora nesses pontos já citados, foi estranha. Uma tentativa de fanservice, ou apenas seguiram o roteiro espontaneamente? Ficou ambíguo de mais, talvez tenham preferido assim. Chtholly tem seus dias contados e agiu de forma natural em querer uma lembrança junto de Willerm, mas a resposta do protagonista - embora revoltante para alguns - foi louvável. Este não quer ver a garota dos cabelos azuis se arrastando por qualquer um como um refúgio de seu destino, e sim batalhar para que esse tal "destino" não ocorra. Nada impede, porém, que o romance digno e verdadeiro floresça entre eles, e é por isso que estou torcendo.



A abertura do anime é muito bonita também, tanto no visual como na música; Me surpreendeu as boas cenas de ação que são mostradas também.

Extras



Meme gratuito da garota bisbilhoteira de conversas que aprontará alguma.

Avaliação: ★ ★ ★  ★ 


Nenhum comentário:

Postar um comentário


HGS Anime - 2016