Primeiras Impressões - Animes Julho (Verão/Summer) 2016 - HGS Anime HGS Anime: Primeiras Impressões - Animes Julho (Verão/Summer) 2016

domingo, 17 de julho de 2016

Primeiras Impressões - Animes Julho (Verão/Summer) 2016


Post com análise dos primeiros episódios dos animes da temporada de julho de 2016.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 17/07 - 22:27 - ENCERRADO


O histórico de edições está ao final do post e em cima está apenas um aviso do dia que ocorreu a última atualização.

Comentem sobre o que acharam e leia sobre o redator com quem você tem a opinião mais parecida! Se quiser a recomendação de um anime veja os com nota de 3.5 para cima.

***

 91 Days

Fonte: Original
Gênero Suspense, Drama, Seinen
Estúdio: Shuka (Durarara)
Diretor: Hiro Kaburaki (Kimi ni Todoke)
Número de episódios: 13


Sobre: Nero é um  o homem que um dia vai se tornar um chefe da máfia. Ele também é o alvo de vingança por Avolio, cuja família foi assassinada. A fim de levar a cabo sua vingança, Avolio terá que matar seu amigo.

Comentários

Gapso - Ótima estréia. O passado do protagonista é logo jogado a tona de maneira bem fria e seca quando vemos pelo que passou e como foi a morte de sua família. A ambientação é durante a lei seca que regeu a cidade e a partir disso famílias formam máfias para o tráfico de bebidas.


O anime já foi diferente colocando os créditos em seu início alá filmes americanos e gerou uma boa tensão para a história. O desfecho do episódio foi interessante com a estratégia usada. O protagonista parece que será capaz de tudo para efetuar sua vingança, mesmo usando seu amigo. Nota: 4.25/5

 Amaama to Inazuma

Fonte: Mangá
Gênero: Comédia, Seinen, Slice-of-life
Estúdio: TMS Entertainment (D.Gray Man, Itazura na Kiss)
Diretor: Tarou Iwasaki (Mikagura Gakuen)
Número de episódios: 12


Sobre: Kouhei Inuzaka, professor de matemática, após perder sua esposa está fazendo o melhor para criar sua filha Tsumugi mesmo estando sozinho. Ele realmente é péssimo para cozinhar além de não ter um grande apetite, porém esta chance trás para sua pequena família e uma de suas estudantes, Kotori Iida, as mais diversas aventuras domésticas. Com estes três cozinhando não é de se admirar que o drama da mesa de jantar seja tão delicioso.
Comentários

Lokidrake: Um anime bem divertido, com um design de personagens agradáveis. A história apesar de aparentemente mostrar um lado mais acolhedor durante o episódio todo, também trás um toque de tristeza devido ao fato que rege a trama. Música de opening e ending em um estilo bem light e agradáveis. Nota: 3/5

Gapso: Uma das estreias que mais gostei até agora. Nos é passado bem a falta que a mãe faz em casa uma vez em que Kouhei - o pai - não sabe cozinhar e por isso vive pedindo comida pronta para a Tsumugi que come sozinha enquanto assiste seus desenhos na tv. Mas também é claro todo o esforço que Kouhei está fazendo para dar o melhor a sua filha.

Por um breve momento em que a criança pede para que ele faça uma carta a sua mãe pedindo pela comida que viu na televisão, questiono-me se a criança sabe da morte de sua mãe, pois pelo que deu a entender ele deve ter dito a filha que sua mãe está fora (viajando, etc). 

A aluna que ajudará o pai - destinado a partir de agora jantar sempre com a filha - a cozinhar é gentil, carismática e foi determinada no que fez para ajudá-los.  Estranhamente me causou a sensação de interesse pelo seu professor (Seria bem estranho.....). A parte técnica está fazendo um bom trabalho com o anime, trazendo algumas cenas fluidas e bom acabamento, com um bom design de personagens. 

Por trás de todo entretenimento, fofura e cenas divertidas que veremos nos próximos episódios também é possível ver um desenvolvimento dramático de superação que deverá acontecer.  Nota: 4/5

Ivan_Artory: Existem todos os tipos de animes e em vários gêneros e com vários aspectos temáticos, mas as vezes nos deparamos com histórias, que independentemente da qualidade da animação, sendo ela fluida ou não, consistente ou não - Algumas simplesmente tem o dom de aquecer o coração de quem ver -, isso de fato é algo especial que as vezes somente uma animação que quer passa uma mensagem pode fazer.

Realmente fiquei emocionado pela simplicidade do enredo e do tema que está sendo abordado na animação, e de fato o anime trata de um enredo que terá altos e baixos, que também pode proporcionar vários tipos de sentimentos para quem a assisti, vão existir momentos tristes, alegres, emocionantes? por assim dizer.

- Se eu recomendaria uma animação assim se alguém pergunta-se? -, sem dúvida diria que - sim -, principalmente porquê as vezes é necessário re-aprendemos valores que a sociedade em si vem perdendo a bastante tempo, e vendo isso sendo transmitido em uma animação tão - doce - e algo que simplesmente não posso deixar de notar e falar.Nota: 5/5    


 Arslan Senki 2


Fonte: Light Novel

Gênero: Ação, Aventura, Histórico, Shounen, Sobrenatural

Estúdio: Liden (Yamada-kun)
Diretor: Noriyuki Abe (Bleach, Great Teacher Onizuka)
Número de episódios: 8





Sobre: O príncipe Arslan, após escapar de uma guerra que devastou seu país, decide reunir um grupo de aliados que almejam o mesmo que ele: vingança. Para isso eles vão precisar formar um exército para vencer os milhares de soldados que invadiram Pals, a terra natal de Arslan, controlados por Lord Silver Mask, que voltou para tomar posse do trono e governar Pals.
Comentários

Ivan_Artory: A história está continuando da onde tinha parado na primeira temporada, mas já é possível notar uma diferença bem expressiva em relação ao protagonista, que agora tem uma atitude mais firme em relação as guerras.

Em relação a animação, a mesma caiu muito em qualidade e consistencia, princípalmente no uso exagerado do CG para os efeitos das guerras, mas nada que atrapalhe de fato o anime que promete ter bem mais ação do que a primeira temporada, e isso em parte é justificado na perda da qualidade.Nota: 3/5


Amanchu!

Fonte: Mangá

Gênero: Slice-of-life, Fantasia

Estúdio: J.C Staff (Danmachi, Prison School)
Diretor: Kenichi Kasai (Love Stage)
Número de episódios: 13





Sobre: A história é protagonizada por membros de um clube de mergulho na cidade de Ito, no distrito de Shizuoka. Hikari Kohinata é uma menina alegre de 15 anos que vive perto do mar e passa muito tempo mergulhando. No primeiro dia de escola conhece um professor que também gosta de mergulho, e em sua classe conhece Futaba Ooki, de 16 anos, que entra em um redemoinho de acontecimentos junto com Hikari.
Comentários

Gapso: Um slice-of-life com uma protagonista bizarra e engraçada (ela dá medo, também). O episódio basicamente serviu para mostrar como é sua figura e a da outra personagem que entra na escola agora e acaba simpatizando-se com a protagonista.

Foi uma estréia calma e de lenta progressão, mas bem engraçado e divertido. Pode ser que tenha um lado meio yuri este anime. 


A animação foi muito boa pro gênero e o designs bem acabados. Nota: 3/5

Ange Vierge

Fonte: Jogo de Cartas
Gênero: Aventura, Fantasia, Magia, Escolar
Estúdio: Silver Link (Rakudai Kishi, Baka to test)
Diretor: Manabu Ono (Mahouka) & Kenji Setou (Asterisk Wars)
Número de episódios: 12
PV1


Sobre: A história desenrola-se num universo ficcional onde portais dimensionais unem três mundos diferentes. Como resultado várias garotas despertaram poderes. Uma academia para estas garotas chamadas "Progress" é construída na Ilha Seiran isolada no Oceano Pacífico.

Comentários

Ivan_Artory: Parece que está ficando comum animes com esse tipo de "enredo" de um mundo devastado e protegidos por garotas que vivem em uma ilha, atrelado a muitas cenas ecchi e yuri. A estréia não trouxe grandes novidades em relação a isso e a animação em si está boa, porém em relação ao CG é possível notar grandes falhas de textura utilizada que não se encaixou com a animação 2D, deixando uma discrepância que incomoda bastante a quem está assistindo.Nota: 2.5/5


Berserk 2

Fonte: Mangá

Gênero: Ação, Aventura, Horror, Militar, Sobrenatural

Estúdio: Liden (TerraFormars, Yamada-kun)
Diretor: Shin Itagaki (Ben-to)
Número de episódios: --
PV1


Sobre: Continuação de Bersek em Full CG.

Comentários


Gapso: O CG não é dos piores, embora seja horrível. Teve cenas que tentaram mesclar bem o 2D com 3D e  até deu resultado (que poderia muito bem confundir), o problema foi o storyboard horrendo que fazia um zoom horrível nos personagens e sempre péssimas transições de cenas. O sombreamento dos personagens também ficou muito mal feito em várias partes e seus rostos estranhos. Este é de fato é um remake pulando e modificando varias coisas. Não dá pra saber se vão pular o arco dos filmes. Para quem é realmente fã e consegue aguentar um CG desses, vale a pena dar uma olhada. Nota: 2.5/5


 Battery


Fonte: Novel

Gênero: Drama, Slice-of-Life, Esporte

Estúdio: Zero-G
Diretor: Tomomi Mochizuki (Ame-iro Cocoa)
Número de episódios: 12
PV1 PV2


Sobre: Takumi Harada é um jovem garoto que se muda para uma cidade das montanhas do distrito de Okayama durante as férias de primavera e vai para uma nova escola devido ao trabalho de seu pai. Takumi é um arremessador, após se mudar ele perde a fé em seu próprio talento, quando subitamente seu colega de classe Ko Nagakura aparece em sua frente. Ko tem um forte desejo de formar uma "Baterry" (uma combinação de arremessador e apanhador) com T.

Comentários

Gapso: Um protagonista de temperamento difícil pelo seu grande ego e um outro personagem habilidoso que tentará melhorar o jeito de seu novo amigo, é essa a premissa. O episódio foi bem introdutório e pelo visto vai rolar drama e mais algumas coisas dependentes do passado do protagonista. O foco do anime não é o esporte, para avisar. Haverão jogos provavelmente, mas o ponto mesmo é o desenvolvimento da personalidade do protagonista. Nota: 3.5/5


Cheer Danshi!!


Fonte: Light Novel
Gênero: Esporte
Estúdio: Brain's Brase (Oregairu 1)
Diretor: Hiroyuki Asada (Dance With Devils)
Número de episódios: 12
Sobre: A história gira em torno dos membros "estranhos e fofos" de uma torcida em uma universidade para homens.

Comentários

Gapso: Início lento mostrando um poucodo passado do protagonista que ansiava em ser tão bom quanto sua irmã no judo, mas que acabou machucando o ombro e ficando meio impossibilitado do esporte. Foi legal ver o exemplo de seu amigo Kazuma que saiu do clube do judo para poder ficar com o amigo e então fazer um grupo de líderes de torcida homens.

 Surgiu um outro personagem de óculos que tem um personalidade bem humorada, embora seja meio excluído. O final foi a parte mais engraçada mostrando-o ensaiar enquanto os outros dois passavam vergonha por não saberem fazer direito e serem homens. É um entretenimento bom para quem gostar do plot que com certeza vai render algumas risadas. A animação é competente o suficiente para fazer bom uso dos movimentos exigidos nos esportes que aparecem. Nota: 3.5/5

 Fate/kaleid liner Prisma☆Illya 3rei!!


Fonte: Mangá
Gênero: Ação, Magia, Comédia, Escolar, Ecchi
Estúdio: Silver Link (Rakudai Kishi, Baka to test)
Diretor: Misato Jinbo (Prisma ☆Illya 2wei)
Número de episódios: 12


Sobre: 3 temporada de Fate/Kailled que é um spin-off da frânquia Fate/stay Night que pega uma personagem coadjuvante, Illyasviel von Einzbern, e a rejuvenesce em nove anos, a deixa mais dócil e atrapalhada e a transforma em uma “mahou shoujo”, isso tudo numa historinha satírica do gênero que tem o bom humor de não se levar muito a sério.

Comentários

Ivan_Artory: Silver Link continua fazendo um excelente trabalho de animação em Fate/Kailed que nesse quesito sempre esteve muito bem, mesmo em sua terceira temporada a animação ainda continua bastante fluida e consistente.

A adaptação de Fate/Kailed apesar de se tratar de um Mahou-Shoujo, serve especificamente para quem é fã das séries de "Fate". principalmente devido ao fato de ser um spin-off e conter personagens das séries em um contexto totalmente diferente.

Venho acompanhando essa animação desde sua primeira temporada e sempre me causou surpresas, e para quem gosta de Fate e quer conhecer um pouco mais sobre outros personagens de uma forma diferente é uma boa pedida.  
Nota: 4/5
 DAYS

Fonte: Mangá

Gênero: Esporte
Estúdio: MAPPA (Ushio to tora, Shingeki no Bahamut)
Diretor: Kônosuke Uda (One Piece, Majin bone)
Número de episódios: 24


Sobre: A história é protagonizada por dois garotos que nunca se encontraram: Tsukushi Tsukamoto, que não tem habilidade especial mas coloca toda sua paixão no que fez e Jin Kazama, um solitário gênio do futebol. Em uma noite de tempestade os dois se encontram e isto acaba abalando o mundo do futebol colegial.

Comentários 

Gapso: Não esperava por muita coisa dessa estréia, mas o MAPPA fez um bom trabalho. A introdução dos personagens é bem vaga e apressada ao ponto de não sabermos direito o porquê de Kazama chamar o protagonista para jogar, porém é algo que pode ser explicado mais para frente. 

E falando do protagonista, é só um garoto com aspecto infantil que não sabe jogar nada e tem uma força de vontade maior que sua própria resistência, e essa será uma daquelas histórias em que veremos o protagonista superar suas dificuldades para tornar-se um bom jogados. Posso dizer também que as fujoshis vão se animar com ele.

A animação que era meu maior medo se tratando de um anime de futebol se saiu bem. Em algumas cenas no jogo do início do episódio usaram a estratégia de mostrar apenas do peitoral pra cima dos personagens a fim de economizar na animação, mas ainda sim tivemos boa cenas de fluidez durante o episódio com direito até mesmo a  uma  ambientação de figurantes nos cenários, sem CG. Nota: 3/5

Fukigen na Mononokean 

Fonte: Mangá

Gênero: Comédia, Shounen, Sobrenatural
Estúdio: Pierrot Plus (Beelzebub)
Diretor: Kônosuke Uda
Número de episódios: 12

PV1

Sobre: Ashiya passou os primeiros sete dias do colegial preso na enfermaria por causa de um youkai que uniu-se a ele. Ele acaba pedindo ajuda para um proprietário de uma pequena sala de chá chamado de "Mononokean". Este é um conto envolvendo o proprietário Mononokean orientando o youkai para conseguir sair deste mundo ir para o próximo mundo.

Comentários

Lokidrake: A história apresenta um conceito um tanto quanto interessante, um rapaz que é possuí por um youkai e se quer ver livre logo dele, porém ao descobrir os motivos do youkai o estar possuindo começa a ter simpatia pelo mesmo. Em termos técnicos tem um design de personagens ok, a opening e ending também seguem um padrão mais suave de música, o que combina melhor com o estilo do anime. Nota: 2.75/5

Gapso: Estreia ok. O protagonista achou um bichinho na rua e descobriu que era um youkai que gostou dele. Embora tenha sido um episódio com introdução lenta da premissa, foi bonito vê-los brincando juntos e a ideia de mandar os youkais para "um lugar melhor". Quem deu uma olhada ou quem ainda vai assistir deve acompanhar ao menos até o episódio 3 para pensar se continua ou não, pois pelo que parece ainda entrarão mais personagens, etc. O design não é nada demais, mas não prejudica e o CG usado no youkai foi até bem disfarçando sendo usado apenas para movimentação e só em algumas partes.Nota: 3/5


 Hatsukoi Monster

Fonte: Mangá

Gênero: Comédia, Escolar, Romance, Shoujo
Estúdio: Deen (Kore wa zombie, KonoSuba)
Diretor: Takayuki Inagaki (Rosario+Vampire)
Número de episódios: 12


Sobre: Nikaido Kaho é a filha de uma família rica e em toda a sua vida todos foram bons para ela. Ao mudar-se para o seu novo dormitório ela quase é atropelada mas é salva por um jovem. É amor à primeira vista para Kaho, mas quando ela lhe perguntou o nome, ele diz que ela é estranha. Kaho fica chocada pois é a primeira vez que alguém lhe diz coisas ruins. Pouco tempo depois, ela descobre que quem a salvou vive no mesmo dormitório e por isso corajosamente confessa o seu amor. O jovem diz que se chama Kanade e concorda em sair com ela.

Comentários

Gapso: Anime bizarro. Uma garota rica toda inocente é salva por um cara bonitão em que se apaixona e logo depois descobre que ambos vão morar juntos. Como se não fosse pouco, ele é um aluno do fundamental (mesmo parecendo um universitário) e surgem outros caras atraentes para o sexo feminino que devem até brigar pela protagonista. Tem muito non sense nesse anime que parece ser feito para atrais garotas mais novas, bem estranho. A parte técnica é fofinha e infantil pra quem gosta e não exige muito. Nota: 2/5


Masou Gakuen HxH

Fonte: Light novel

Gênero: Ação, Comédia, Romance, Harém, Ecchi
Estúdio: Production IMS (To Love Ru, Date a Live II)
Diretor: Hiroyuki Fuwukawa (Okusama ga Seito Kaichou)
Número de episódios: 12


Sobre: A história desenrola-se à volta de Kizuna Hida, que tem a habilidade de aumentar o poder de meninas através de atos indecentes e o destino da batalha contra outro mundo depende deste poder.

Comentários:

Ivan_Artory: Masou Gakuen vem com uma proposta de animação que leva o termo "Ecchi" a um nível quase de "hentai", foi assim que o nome da animação acabou sendo conhecido muito antes de seu lançamento nessa temporada.

A animação em si de Masou em relação a outros animes já conhecidos de temas semelhantes ao dele se mostrou consistente. E realmente não esperava muito desta animação por abordar um gênero já bastante difundido nesse sentido, mas ela acabou se saindo razoavelmente bem e sendo de certa forma mais ponderado e menos exagerado (por enquanto) do que seus semelhantes. Nota 3/5     

 Mob Psycho 100

Fonte: Mangá

Gênero: Ação, Comédia, Sobrenatural, Shounen
Estúdio: Bones (FullMetal Brotherhood, Kekkai Sensen)
Diretor: Yuzuru Tachikawa (Death Parade)
Número de episódios: --


Sobre: A história do mangá desenrola-se à volta de “Mob” um jovem que vai explodir se a sua capacidade emocional chegar aos 100%. Este jovem com poderes psíquicos ganhou o apelido de “Mob” porquê ele não se destaca entre as outras pessoas. Ele mantém os seus poderes psíquicos contidos para que possa viver normalmente, mas se o seu nível emocional chegar a 100, algo vai sobrecarregar o seu corpo inteiro.

Comentários

Gapso: Ta aí um anime diferente. Designs totalmente hipsters que parecem rabiscos, embora a animação e direção sejam ótimos (dá pra perceber, reparem no storyboard). A coloração psicodélica florescente é bem excêntrica e pertubadora, não tem como avaliar algo desse tipo como bom ou ruim, vai puramente do gosto da pessoa. Animes hipster funcionam bem para mim, gosto.

A história é um tanto quanto simples, com criaturas soltas por aí e pessoas que as exorcisam. A apresentação do protagonista e seu mestre foram básicos e a comédia funciona mais ou menos, depende de como é o seu senso para isso.


Fico curioso para saber como será o desenrolar da história deste anime tão diferente mas ao mesmo tempo simples. Nota: 3.75/5 

 Love Live! Sunshine

Fonte: Original

Gênero: Idols, Música
Estúdio: Sunrise (Code Geass)
Diretor: Kazuo Sakai (Gate, Love Live)
Número de episódios: 12


Sobre: Novo anime de Love Live com novas personagens.

Comentários

Gapso: Foi o primeiro Love Live que assisti e posso dizer que a Sunrise faz um excelente trabalho com a animação, como esperado. Realmente são novas garotas com o sonho tornarem-se school idols e a premissa é basicamente a mesma dos outros animes. Vale dizer que apresentações de outros Love Live aparecem neste, como se tudo fosse parte de um "universo só". As personagens tem características diversas e quem gosta da franquia não deve deixar de dar uma olhada. Nota: 3.25/5


 Handa-kun (Spin-off de Barakamon)

Fonte: Mangá

Gênero: Slice-of-life, Comédia, Escolar
Estúdio: Diomedea (KanColle, Mayoiga)
Diretor: Yoshitaka Koyama (Noramimi)
Número de episódios: 12


Sobre: Spin-off de Barakamon focado em Handa nos seus dias de colégio.

Comentários

Gapso: Começo bem hilário. Fizeram de uma forma que parece que o anime quebra a 4º barreira (Quem sabe, sabe). A primeira parte é basicamente isso, com os amigos de Handa tentando fazer o seu anime até que recebem um CD pela Diomedea com o 1 episódio de Handa-Kun, e daí se inicia mesmo o anime. 

Handa na sua juventude era o cara da escola, super popular. A comédia funciona bem com sua maneira doida de pensar que coloca-o em algumas situações bem idiotas (e engraçadas). Veremos se a comédia vai funcionar bem até o final.

PS: A abertura é bem legal. Nota: 3.5/5 

Kono Bijutsu-bu ni wa Mondai ga Aru!

Fonte: Mangá

Gênero: Comédia, Escolar, Romance
Estúdio: Feel (Oregairu 2, Outbreak Company)
Diretor: Kei Oikawa (Oregairu 2, Outbreak Company)
Número de episódios: --


Sobre: Comédia focada em um clube de arte composto por um bando de pessoas estranhas: Um garoto que só quer desenhar rostos de garotas 2D, um que está sempre arranjando encrenca e uma garota que dorme o tempo todo.

Comentários

Gapso: O cotidiano de um clube de artes com integrantes de personalidades distintas. A comédia funciona bem pela diferença entre os personagens. Mizuki gosta de seu amigo de clube embora ele só goste de garotas 2D. É basicamente essa a premissa dessa estréia (além do professor preguiçoso), que geram cenas de comédia entre a discussão e convivência dos dois.

É notável que um desenvolvimento mesmo que pequeno no romance entre os dois colegas pode acontecer quando o garoto fala que Mizuki ficou moe chorando pela sua (suposta) saída do clube, e por isso ele resolveu que vai continuar.

A parte técnica é ok, nada de mais, mas a parte da ponte foi uma boa fotografia. Nota: 3.25/5


 Tales of Zestiria: The X

Fonte: Jogo

Gênero: Aventura
Estúdio: Ufotable (Fate Zero, God Eater)
Diretor: Haruo Sotozaki (Tales of Symphonia)
Número de episódios: --

PV1 PV2

Sobre: Sorey é um jovem humano que cresceu entre os serafins, seres espirituais invisíveis para humanos. Ele acredita no folclore que diz que "há muito tempo, todo humano era capaz de ver os serafins" e sonha em desvendar o antigo mistério para tornar o mundo um lugar onde pessoas e serafins possam viver juntos em paz. Certo dia, Sorey visita a capital humana pela primeira vez. Ele se mete num incidente durante o qual puxa uma espada sagrada presa de uma pedra e acaba se tornando um "Pastor", aquele que livrará a calamidade do mundo. Ele então começa a perceber a gravidade de sua missão e seu sonho de fazer a humanidade e os serafins coexistirem se intensifica. Assim, o Pastor embarca numa incrível jornada com seus companheiros.

Comentários

Gapso: Este foi o prólogo do anime, então leigos do game igual a mim não vão entender muita coisa mesmo.  A mistura dos acontecimentos bagunçaram a cabeça de quem não conhece a história e poderia-se dizer que isto foi um pecado cometido pela direção, mas como dito é um prólogo, sabemos que tudo será explicado e que acabaria sendo confuso mesmo.

A animação da Ufotable foi sensacional, com direito a um lindo background e paisagens, design de personagens bem acabado, lutas e ambientações bem fluídas e uma grande vastidão de efeitos que mal parecem CG, que foram usados ao decorrer do episódio fazendo parecer até mesmos filmes com grandes verbas de produção.Sem dúvida o anime com melhor parte técnica da temporada Nota: 3.5/5

Lokidrake: Como comentado pelo Gapso para os leigos em relação ao jogo também não entendi os pontos principais que vão reger as história. Porém um anime com ótima animação em termos de mesclar GC e animação tradicional, além de design de personagens bem acabado e da fluidez nas batalhas. Nota: 3.75/5

Servamp

Fonte: Mangá

Gênero: Ação, Shoujo, Sobrenatural, Vampiros
Estúdio: Brain's Brase (Baccano)
Diretor: Nakano Hideaki (Ao Haru x Kikanjuu)
Número de episódios: --


Sobre: Shirota Mahiru é o tipo de cara que gosta de manter as coisas simples e odeia lidar com questões complicadas. Um certo dia, ele pega um gato de rua que ele encontrou morrendo de fome. Mal sabe ele que na verdade sua vida daí em diante se tornaria muito complicada.

Comentários

Gapso: O protagonista que não gosta de coisas complicadas prefere simplificar tudo e por isso acaba sempre ajudando e fazendo todo o serviços pelo outros, parece um burro de carga. Por tal motivo ele encontra um gato na rua e descobre que o mesmo é um vampiro com quem acaba fazendo um contrato. Vampiro este que tem uma personalidade engraçada em achar tudo tedioso e querer morrer pela complicação do protagonista, as cenas dos dois rendeu muita cena chibi engraçada.

As batalhas não foram tão impactantes como poderiam ser, a luta final se encerrou de um jeito bem simples com um corte de cena. Os efeitos até foram legais, mais poderiam causar mais impacto no fim da luta que foi apenas ok. O design dos personagens é bem carismático e polido. O vampiro do protagonista uma comédia - como foi dito-, mas é literalmente um monstro lutando. Ponto positivo também para a ost de abertura pelo Oldcodex que ficou ótimo juntamente da animação. Nota: 3/5


 Rewrite

Fonte: Visual Novel

Gênero: Slice-of-life, Drama, Mistério, Sobrenatural, Escolar
Estúdio: 8Bit (Grisaia)
Diretor: Motoki Tanaka (Grisaia)
Número de episódios: 13


Sobre: A visual-novel ocorre em Kazamatsuri, uma cidade fictícia onde coexistem civilização e vegetação. Dentro dele, os jogadores assumem o papel de aluno Kotaro Tennoji e interage com seus colegas de classe Kotori Kanbe, Chihaya Ohtori, Akane Senri, Sizuru Nakatsu e Lucia Konohana. O anime abordará uma rota original, não presente no jogo.

Comentários

Gapso: Estreia especial de 50 minutos que serviu para nos apresentar o protagonista e todas as heroínas. Temos lolis, sádicas, moe e outros tipos de garotas no elenco. Não conheço a visual novel original, mas pelo que vi nos sites gringos está indo tudo pelos conformes e tudo que é da KEY tem seus méritos. 

O protagonista tem uma relação com a menina dos laços vermelhos que ainda é um mistério, assim como os acontecimentos do final do episódio. Pelo que foi dito, ele pode acelerar as coisas ou algo do gênero, me pergunto que tipo de habilidade seja essa. 

O design de personagens está muito bem feito, cada um tem uma caracterização bem chamativa e doce. A animação está acima da média para o estúdio - o que me deixou surpreso -, porém o CG usado não é tão bom assim. Me animei bastante com este início. Nota: 3.5/5


Nejimaki Seirei Senki: Tenkyou no Alderamin

 Fonte: Light Novel

Gênero: Ação, Fantasia, Militar
Estúdio: Madhouse (No Game No Life, One Punch Man)
Diretor: Tesuo Ichimur(Ane Log, Norn9)
Número de episódios: --


Sobre: Vários estudantes se preparando para um teste militar acabam na fronteira entre seu país e o país inimigo, e agora terão que dar um jeito de voltar, baseados nos planos de Ikta, um cara preguiçoso, mas que é um gênio em estratégia. Naquela época ninguém poderia prever que ele se transformaria em um general lendário no futuro. Essa história reconta sua conturbada vida em um mundo em guerra.
Comentários

Gapso: Serviu de aquecimento para o que está por vir, eu diria. Fomos apenas apresentados aos personagens (cujo a mais fácil de simpatizar é a de cabelo vermelho) e um protagonista bem inteligente, mas meio antipático. 

Ação mesmo só vai começar no próximo episódio, então não foi exigido muito da animação que cumpriu seu papel no episódio. Nota: 3/5

 New Game!

Fonte: Mangá

Gênero: Slice-of-life, Comédia, Seinen
Estúdio: Dogakobo (Nozaki-kun, Plastic Memories)
Diretor: Yoshiyuki Fujiwara (GJ Club)
Número de episódios: 12


Sobre: Aoba Suzukaze se gradua no ensino médio e se junta a uma empresa de jogos. A pessoa que fez o jogo que Aoba ama desde a pré-escola é a sua sênior na empresa. A história segue as meninas que trabalham e aspiram na Eaglejump company.

Comentários

Gapso: Este é o entretenimento moe da temporada. A protagonista que é uma jovem adulta (Parece aluna do fundamental) entra pra tão sonhada empresa de games e conhece várias outras garotas fofinhas com quem vai passar a trabalhar. A comédia funciona bem com cada personagem possuindo uma característica própria, como a menina que só consegue se comunicar bem por mensagens de texto. As expressões - principalmente a da protagonista - estão muito bem feitas com a ajuda do design moe dos personagens. É um anime divertido que embora só deva funcionar para quem gosta do estilo (e das piadas), é um bom entretenimento. Nota: 3.25/5

 Shokugeki no Souma 2: Ni no Sara

Fonte: Mangá

Gênero: Shounen, Escolar, Comédia, Ecchi
Estúdio: J.C Staff (Danmachi, Prison Scholl)
Diretor: Yoshimoto Yonetani (Shokugeki no Souma)
Número de episódios: 13


Sobre: Segunda Temporada. O mangá é sobre Souma, que trabalha com o pai no restaurante de sua família. Seu pai é um mestre da culinária, e ele frequentemente faz batalhas de cozinha com seu pai. Seu pai, em seguida, o registra em uma escola de culinária de elite que é muito difícil para entrar, e que taxa de graduação é apenas cerca de 10 porcento.

Comentários

Gapso: A segunda temporada voltou proporcionando a mesma diversão e fome da primeira. Os designs e toda parte técnica são os mesmos, e muito bonitos como sempre. O anime começou exatamente com o torneio e agora veremos grandes batalhas empolgantes de comida com o Souma. Nota: 3.75/5

Lokidrake: O anime continuou exatamente do ponto onde parou na primeira temporada, foram mantidas as trilha sonoras extremente impactantes e divertidas durante o anime, além da empolgação das batalhas e as divertidas cenas que acontecem durante a degustação dos pratos. Em termos técnicos o design de personagens se manteve, está até mais polido do que na temporada anterior, a direção também está seguindo de forma fiel ao mangá. Nota: 4/5

Ivan_Artory: - O anime que fome voltou - a animação está mantendo o padrão de qualidade da primeira temporada, continuando assim bastante fluida e consistente. A história está continuando de onde tinha parado na primeira temporada sem nenhuma enrolação indo direto para o ponto crucial da batalha que havia-se iniciado, todavia acredito que isso é crucial,. pois mostra que o enredo do anime ainda tem muito para oferecer nessa nova temporada.

Shougeki no Souma é um anime bastante envolvente e de fato curioso que vale a pena ser assistido, além de ser uma ter boa animação ele é repleto da cultura culinária do Japão e de boa parte do mundo, tendo de fato um espaço garantido entre os melhores dessa temporada mesmo sendo a segunda temporada do mesmo. Nota:4.5/5

 Qualidea Code

Fonte: Original

Gênero: Ação, Fantasia, Sobrenatural
Estúdio: A1-Pictures (Sword Arte Online, Shigatsu)
Diretor: Kenichi Kawamura (Super Sonico)
Número de episódios: 12


Sobre: O anime se passa em um mundo onde humanos lutam continuamente com um inimigo chamado UNKNOWN. Os UNKNOWN invadiram o mundo muitas décadas atrás e as crianças do planeta foram colocadas em hibernação para escapar da invasão. Quando as crianças acordaram elas descobriram ter adquirido poderes sobrenaturais. As crianças colocaram frontes de defesa em cidades como Tokyo, Kanagawa e Chiba em ordem para proteger o país dos UNKNOWN que apareceram na Baia de Tokyo. O autor do projeto uniu Sou Sagara (The Hentai Prince and the Stony Cat.), Koushi Tachibana (Date A Live) e Wataru Watari (My Teen Romantic Comedy) para deixá-los no encardo da concepção original, todos estão fazendo juntos o enredo do anime.

Comentários

Gapso: É quase um anime genérico, quase. A história é simples: Aliens invadiram a terra e agora há humanos que surgiram com habilidades para matarem-os.
O grande diferencial mesmo é as três duplas que controlam três diferentes cidades (cada dupla por um autor, lembrando).

Parecem ser todos overpowers, o que ficou meio chato para como ocorreu o episódio, com todo mundo lutando contra inimigos em CG sem a menor dificuldade.

A heroína loira chamou atenção por fazer a ost do anime durante a batalha, que até foi bem animada e teve ajuda da linda trilha sonora para acompanhar.

A minha atenção foi direcionada a dupla do cara sniper e da garota de cabelos vermelhos que sem precisar adivinhar já sabia que eram de autoria do criador de Oregairu - os dois comportaram-se bem do jeito típico de seus personagens.


Agora é torcer para um bom desenvolvimento dos personagens e da história para não ser somente um bando de estudante OP lutando contra inimigos em CG. Nota: 3.25/5



Regalia: The Three Sacred Stars

Fonte: Original

Gênero: Ação, Mecha, Fantasia
Estúdio: Actas (Girls and Panzer)
Diretor: Shin Tosaka
Número de episódios: 12


Sobre: As irmãs Yui e Rena vivem pacificamente no reino de Enastoria, porém elas acabam envolvidas em um vórtex do destino quando um robô gigante ataca Enastoria.

Comentários

Gapso: Lolis no comando de robôs gigantes é o que você encontra nesse anime. O começo é um flashback com várias batalhas de mechas e Rena era uma das crianças que estavam no meio. Tal flashback é dito como um "grande acontecimento" de muitos anos atrás do atual momento do anime, o que deverá ser aplicado.

Os laços familiares são estabelecidos entre Rena e sua irmã (que se amam muito...) e logo depois a loli já se revela como uma das "escolhidas" em uma batalha. O fim da luta embora sem nada muito grandioso deu uma boa empolgação devido aos efeitos que foram bem usados nos robôs, com um CG bem disfarçado. Creio que deve agradar tanto os fãs de mecha como os amantes de lolis. Nota: 3/5


 Scared Rider XechS

Fonte: Otome Game

Gênero: Romance, Sci-fi, Shoujo
Estúdio: Satelight (Log Horizon)
Diretor: Hideto Komori (Hayate no Gotoku!)
Número de episódios: --

Sobre: No jogo otome, um mundo de pessoas ímpias estavam a ser ameaçadas por um misterioso invasor extraterrestre. Para combater esta ameaça, os humanos estabelecem a agência de defesa LAG nas ilhas Ryuukyuu. A unidade Scared Rider opôs-se valentemente contra esta ameaça, mas foi completamente dizimada cinco vezes.

Comentários

Gapso: Este pareceu mais um prólogo. Foi uma estréia ok mostrando o encontro com a protagonista, que está cercada de homens bonitões que fazem o gosto das garotas. O plot é bem diferente para um otome game, mas o episódio de estréia não mostrou nada demais, apenas explicações. Nota: 2.5/5


Re:Life

Fonte: Mangá

Gênero: Romance, Drama, Slice-of-life, Escolar
Estúdio: TMS Entertainment (Zetman)
Diretor: Tomo Kosaka
Número de episódios: 13


Sobre: A história acompanha um homem de 27 anos desempregado, que falha em todas as entrevistas de emprego que tenta. Sua vida muda quando lhe é oferecido a oportunidade de testar uma nova droga experimental, que pode mudar sua aparência para 17 anos de idade. Como teste do experimento ele é mandado para uma escola de ensino médio por 1 ano.

Comentários

Gapso: Como ReLife já estreou com todos episódios lançados de uma vez, vou dizer aqui o que achei tendo visto apenas o primeiro episódio, obviamente. Dito isto, vamos lá:

 ReLife estreou bem. Começou mostrando a situação do protagonista que era um perdedor na vida e já embalou para a parte do experimento. Tem boas cenas de comédia e com bastante expressões para ajudar. A animação embora nada demais não prejudica o anime, o design de personagens está bacana e os mesmos são muito divertidos, vale dizer. A OST é um ponto que me pegou, pois estão usando jazz e isso deu uma boa atmosfera de seinen ao anime. Veremos como a OST se sai nos momentos de drama. Nota: 3.75/5

Lokidrake: Como fã do mangá fico suspeito a dizer sobre, porém vamos lá:

O anime em si aborda bem o tema no primeiro episódio. Em alguns pontos foram cortados fatos ou pontos que aparecem no mangá, porém todos são bem explicados durante os outros episódios (sim eu já assisti todos os episódios). Em termos técnicos ele tem uma trilha sonora bem divertida e animada, tem um design de personagens bons, mesmo não apresentando muita fluidez nas animações. Outro ponto como foi comentado pelo Gapso é que as expressões cômicas são bem colocadas nos momentos apesar de simples. Nota: 3.5/5

Ivan_Artory: Foi a primeira animação que assisti dessa nova temporada e logo de cara me conquistou pelo enredo. 

Uma das coisas que eu prezo na hora de avaliar uma animação é sem dúvida o seu enredo, pois é justamente isso que nós fará querer assistir de novo. Todavia Re-LiFE me mostrou que tem um grande potencial, realmente me surpreendi da forma como foi abordado o tema de - refazer a sua vida -havia visto histórias em filme que abordavam esse mesmo tipo de tema, mas a sacada de colocar um - Neet - para refazer todo o seu último ano escolar e mostrar que ele é capaz de viver no mundo e em sociedade sem arrependimentos foi simplesmente genial!

Quanto a animação está consistente e os efeitos comicos tornam a animação bastante divertida e engraçada - estou literalmente rindo bastante kk - esse é um dos pontos forte de Re-LIFE do qual recomendo para aqueles que gostam desse tipo de animação assistam. Nota: 4/5 

 TabooTatto

Fonte: Mangá
Gênero: Ação, Shounen
Estúdio: J.C Staff (Danmachi, Prison School)
Diretor: Takashi Watanabe (Heavy Object)
Número de episódios: --


Sobre: Justice Akazuka (Seigi) é um jovem que é bom em artes marciais. Seigi  um dia acaba recendo uma tatuagem na palma da sua mão. No entanto, não é uma tatuagem comum, mas uma arma especial que dá a Seigi poderes sobrenaturais, como a deformação do espaço-tempo. Seigi conhece então uma agente americana chamada Ijii, cujo dever é recuperar as tatuagens. Seigi decide ajudá-la e fica envolvido numa conspiração transnacional.

Comentários

Gapso: A J.C Staff pagou um pecado nesta estréia. Parece que seguram toda a verba do episódio para gastar nas cenas de luta e esqueceram do resto. A movimentação toda foi com quadros estáticos e com close para dar impressão de real movimento, o quê engana bastante gente que não presta atenção, mas é feio. 

Na própria parte do mercado, usaram somente cenas estáticas na interação dos personagens que só mexiam a boca, e por um tempo foi assim. Colocaram a .png da rua de fundo e deixaram os personagens na frente de uma maneira tal que ficava difícil ser convencido de que realmente era um background real. As transições de cenas também não foram legais.

O plot do anime porém, foi bem explicado e pareceu bem interessante com envolvimento de organizações. O design de personagens é bem acabado e detalhado, isso dá alguns créditos a mais.

As batalhas foram bem coreografadas e tinham boa fluidez, mas na luta final ainda sim houve bastante jogo de câmera e closes nos personagens para fingir sensação de movimentação. Espero que aja melhor equilibro entre as cenas dos próximos episódios. Antes ter uma animação mediana/boa em todo o episódio do que economizar ridiculamente em tudo para dar cenas de ação empolgantes. Nota: 2.95/5 

Orange

Fonte: Mangá
Gênero: Drama, Romance, Escolar, Shoujo
Estúdio: TMS Entertainment (Zetman)
Diretor: Hiroshi Hamasaki (Terra ForMars)
Número de episódios: --


Sobre: Em um dia, Naho recebe um carta de sí mesma de dez anos no futuro. Como Naho lê sobre, a carta recita exatamente os acontecimentos do dia, incluindo a transferência de um novo aluno em sua classe chamada Naruse Kakeru. A Naho de dez anos mais tarde, repetidamente afirma que ela tem muitos arrependimentos, e ela quer corrigir esses por certificando-se que a Naho do passado pode fazer suas certas decisões, especialmente em relação Kakeru.

Comentários

Gapso: Uma boa estréia. Primeiramente devo dizer que a parte visual e fotográfica está muito bonita. O design dos personagens passa uma atmosfera madura, embora não esteja tão bom e os rostos das garotas seja meio estranhos (Parecem personagens do one piece). A animação está ok. Algo que vale a pena dizer também é a ambientação que deixa o seu universo mais vivo, e me agradou bastante. No enredo, logo já percebemos o quão triste e dramático será o anime.

A protagonista, Naho, já percebe que realmente o que está na carta dita ser dela do futuro acontece e que ela deve dizer conforme está registrado em tal. A parte final do episódio mostrou bem como é o futuro da personagem e já conseguimos tomar noção do tipo de tragédia aconteceu e que quais são seus arrependimentos. Para quem está esperando um anime com muito drama e até mesmo para quem quer um romance este será um dos mais fortes na temporada. Nota: 4/5 

Ivan_Artory: Que estréia foi essa? Fui arrebatado por um sentimento de arrependimento por não ter adquirido o mangá quando tive a oportunidade. Orange mostrou que veio para assumir os - tops animes - dessa temporada

O anime possui um enredo profundo e envolvente, pois lida principalmente com a questão do arrependimento e das consequências que ele nos trazem no futuro - o que torna realmente uma história que promete algumas lágrimas e muito feels.

A animação está impecável, não tenho o que dizer dessa parte, J.C Staff como sempre fazendo um excelente trabalho em suas animações. Nota: 5/5
  
Lokidrake: Difícil comentar após o pessoal ter falado praticamente tudo sobre o anime. Orange, na minha opinião, será um dos tops da temporada, pela história envolvente e profunda, devido ao fator arrependimento da nossa protagonista.

O anim está com um design de personagens bem feito e que se encaixa bem no estilo da obra, além das cores de background que em determinados momentos se tornam bem suaves e conseguem transparecer bem os momentos, assim como a cena final do primeiro episódio. Nota: 5/5

Saiki Kusuo no Nan

Fonte: Mangá
Gênero: Comédia, Escolar
Estúdio: J.C Staff (Danmachi, Prison School)
Diretor: Hiroaki Sakurai (Maid Sama)
Número de episódios: -- (5min)
PV1

Sobre: A história do manga desenrola-se à volta de Kasuo Saiki, um jovem que possui poderes sobrenaturais que causam eventos infelizes na sua vida. 

Comentários

Gapso: É uma comédia episódica e curta compilada em 23 minutos de anime. Depende puramente se as piadas funcionaram ou não com quem está assistindo, pois a história é apenas o cotidiano e as zueras do protagonista que tem vários poderes psíquicos. A parte técnica é horrorosa e chega até ser engraçado isso, mas não é como se tal coisa importasse para um anime desse tipo. Nota: 3.5/5

Planetarian

Fonte: Visual Novel
Gênero: Drama, Sci-fi
Estúdio: David Productions (Ben-To)
Diretor: Naokatsu Tsuda (Inu x Boku)
Número de episódios: 5
PV1

Sobre: 30 anos após uma guerra mundial, o desenvolvimento espacial foi deixado de lado. Acompanhamos um homem que, depois de encontrar um robô, decide completar um o desenvolvimento de um projetor interplanetário.

Comentários

Gapso: O que parecia uma história filosófica numa guerra entra humanos e robôs foi apenas um slice-of-life de um cara que só pensa em guerra. Parece que o mesmo ficará todos episódios presos dentro do planetário com a robô que não entende a atuação situação do negócio e age como se tivessem pessoas ali para visitá-la.


Pelo jeito será essa a premissa dos 5 episódios - embora eu reze fortemente para que não -. Não tem muito o que dizer sobre isso, é apenas uma estréia bem lenta com falas e nada mais. Nota: 2.5/5

Time Travel Shoujo: Mari Waka to 8-nin no Kagakusha-tachi

Fonte: Original
Gênero: Sci-fi, Aventura
Estúdio: Wao World
Diretor: Osamu Yamazaki (Hakuoki)
Número de episódios: --

Sobre: Segue duas jovens, Mari Hayase e Waka Mizuki, que viajam acidentalmente no tempo e conhecem oito grandes cientistas do passado: William Gilbert, Benjamin Franklin, Alessandro Volta, Michael Faraday, Samuel Morse, Graham Bell,  Hertz e Thomas Edison. 

Comentários:

Ivan_Artory: Esse anime vem com uma premisa muito interessante, pelo pouco que deu para notar no primeiro episódio o foco prínpal do anime é ensinar história geral de uma forma diferente, e também nesse contexto e foco o anime se saiu bem em relação a animação que para essa finalidade está em um padrão aceitável de qualidade. Nota: 3/5

Hitori no Shita: The outcast

Fonte: Manhua (Mangá Chinês)
Gênero: Ação, Sobrenatural
Estúdio: Pandanium × NAMU Animation 
Diretor: Wang Xin
Número de episódios: 12
PV1


Sobre: Um dia, Zhang Chulan é atacado por zumbis em um cemitério. Em meio a essa situação, ele salva a vida de uma menina, arremessando a faca de cozinha na mão, a fim de matar os inimigos. A menina diz aChulan que está aliviada.Chulan depois vê aquela menina de novo em sua universidade. A partir daquele momento, o destino de Zhang Chulan começa a se mover. Haverá estranhos com poderes especiais que aparecem um a um, com as batalhas que envolvem essas habilidades. Cada episódio trará um novo mistério à luz.

Comentários

Gapso: Início bem ok/fraco. A única coisa interessante foi a protagonista que deve ser bem explorada/desenvolvida, que é o legal da história, pois o resto foi bem fraco. Pelo visto vai envolver poderes e coisas sobrenaturais, as batalhas dela contra os zumbis foram bacaninhas até (Embora eu ainda ache que os cortes feitos são desproporcionais para o tamanho da faca que a garota estava usando), os personagens e os nomes eram bem confusos e chatos, e a coloração do anime é bem fraca e acinzentada, o que ficou horrível. Vejamos como o anime pode melhorar. Nota: 2.5/5

Momokuri

Fonte: Manga
Gênero: Comédia, Romance, Slice of Life
Estúdio: Satelight (Log Horizon, Helssing Ultimate)
Diretor: Yoshimasa Hiraike (Amagami SS)
Número de episódios: ONA
PV1

Sobre: Uma garota finalmente consegue chamar o menino que gosta para sair. Ela parece ser normal, mas é uma stalker que toma nota de todas as atividades do garoto e fica tirando fotos escondidas enquanto ele faz algo "fofo". O garoto por outro lado, é inexperiente em romance e só quer fazer a protagonista feliz.

Comentários

Gapso: Anime doido. A garota se confessa pelo Momo (sim, o apelido do garoto é esse) e logo começam a namorar. Poderia ser só isso, mas a garota é uma stalker completa. Sabe tudo do seu namorado, tira várias fotos dele em momentos aleatórios, sabe seu comportamento e gostos e ainda sim faz de tudo pra se aproximar mais dele, até pensa como uma pervertida e  toma a atitude. 

A parte técnica pouco importa para um anime como esse, ainda mais que é originalmente um ONA. É engraçado, embora bobo. Vale a pena dar uma olhada para quem quiser um entretenimento que tire algumas risadas. Nota: 3/5

***

HISTÓRICO DE EDIÇÕES

01/7 - Análise de Gapso em Berserk e ReLife;
02/7 - Análise de Gapso em Shokugeki no Souma Ni no Sara, Momokuri, Rewrite e DAYS; Análise de LokiDrake em ReLife;
03/7- Análise de LokiDrake em Shokugeki no Souma Ni no Sara; Análise de Gapso em Orange, Hatsukoi Monster, LoveLive Sunshine e Tales of Zestiria;
04/7 - Análise de Ivan_Artory em: Shokugeki no Souma 2, ReLIFE, e Orange; Análise de LokiDrake em Fukigen no Mononokean, Orange, Tales of Zestiria e Amaama To Inazuma; Análises de Gapso em Taboo Tattoo, Fukigen no Mononokean e Amaama to Inazuma;
05/7 - Análise de Ivan_Artory em: Arslan Senki 2 e  Amaama to Inazuma;
06/7 - Análise de Gapso em Servamp, Cheer Danshi!, NewGame e Scared Rider Xechs;
08/7 - Análise de Gapso em Regalia e Kono Bijutsubu;
08/7 - Análise de Ivan_Artory em Fate/Kailed 3 e Masou Gakuen HxH;
10/7- Análises de Gapso em 91Days, Amanchu, Handa-kun e Nejimaki;
11/7 - Análises de Ivan_Artory em Time travel Shoujo e Ange Vierge e Análises de Gapso em MobPsychoo100, Qualidea Code, Planetarian e TheOutCast.;
17/7 - Análises de Gapso em Battery e Saiki. 

POST ENCERRADO COM 34 ANIMES.



Nenhum comentário:

Postar um comentário


HGS Anime - 2016